Rubens Jardim

A poesia é uma necessidade concreta de todo ser humano.

Meu Diário
11/04/2009 20h29
O SEXO É MAIS PODEROSO DO QUE A BOMBA ATÔMICA
Rajneesh ou Bhagwan Shree Rajneesh ou Osho nasceu no povoado de Kuchwada, Índia, em 11 de dezembro de 1931. Primogênito de modesta família de negociantes de roupa, todos adeptos da religião jainista(a mesma de Mahatma Gandhi), foi criado por sua avó, nascida em Khajuraho - histórica cidade tântrica, cheia de templos com esculturas de deuses fazendo amor.
Espírito rebelde e independente, Rajneesh insistia em descobrir a verdade por si mesmo. Completou estudos acadêmicos e passou vários anos lecionando filosofia na Universidade de Jabalpur. Viajou pela Índia dando palestras, desafiando líderes religiosos e questionando crenças tradicionais. "Estou dando início a uma consciência religiosa totalmente nova", diz ele. "Por favor, não me liguem ao passado, pois não vale a pena lembrar-se dele."
Nos anos 60 Rajneesh desenvolveu técnicas de meditação dinâmica, uma espécie de exercício aeróbico de hiperventilação. Figura extremamente polêmica, ele não escreveu nenhum livro, embora muitos tenham sido publicados por transcrições de seus discursos e palestras. Livros que até hoje fazem sucesso em muitos países, inclusive o Brasil, país que possui um pequeno mas muito ativo grupo de discípulos e simpatizantes, espalhados em muitos dos grandes centros e em algumas comunidades mais afastadas.
Nos EUA, respondeu por 35 acusações e foi condenado a dez anos de prisão com direito a sursis. Foi expulso também da Grécia, foi rechaçado da Alemanha e da Espanha e só conseguiu entrar na Irlanda porque seu piloto alegou ter um doente a bordo. Os seus discípulos garantem que, depois de expulso dos EUA, Rajneesh não conseguiu qualquer visto para permanência nos países que visitou após o incidente, devido a pressões norte-americanas. Em 1987, ele voltou para a índia e se estabeleceu em Poona, no velho Ashram criando em 1974, onde continuou a receber milhares de discípulos de todas as partes do mundo e a exercer sua atividade de guru até a morte, ocorrida em 19 de janeiro de 1990. Deixou o seguinte epitáfio: "OSHO.. Nunca nasceu...nunca morreu...apenas visitou este planeta Terra entre 1931 e 1990".
No espaço abaixo fiz uma seleção de frases com o intuito de divulgar o pensamento de Rajneesh que não está preso a nenhuma religião específica, mas fala simultaneamente em Cristo, Buda etc. Mais ainda: para Rajneesh a relação sexual reveste-se do caráter de transcendência, onde o companheiro representa as portas de uma nova dimensão existencial. Mas vamos lá! 

“Depois de cada orgasmo, o homem sente-se esgotado, vazio, deprimido. E qual é a fonte desse estado de espírito? É que ele deseja algo mais. Claro que a relação sexual revela-lhe a mais profunda das experiências. Inclusive por  suas dimensões religiosas. Afinal, nela o homem vai além de si mesmo. No ato sexual o ego desaparece e a sensação do tempo deixa de existir. Não há passado, não há futuro; só existe  o momento presente. E o presente não faz parte do tempo: o presente é a eternidade.”

“O diamante e o carvão são a mesma coisa: são dois pontos na jornada de um mesmo elemento.”

“Quanto mais estreita for a mente, maior sucesso haverá.”

“A dimensão da religião é a dimensão do festivo, do não-utilitário.”

“Nos negócios, o resultado é importante. Na festividade o ato é importante.”

“A vida não é algo que está em ti. Ela vem para ti e sai de ti. A vida em si mesma, não está em ti. Simplesmente ela vai e vem, como a respiração.”

“Acredito em Deus porque não posso provar; acredito em Deus porque é impossível acreditar. Assim é que um verdadeiro místico se sente: é impossível, por isso acredito. Se é possível não há necessidade de acreditar. Torna-se um conceito justo, um conceito comum.”

“Há momentos em que podes desafiar até mesmo Deus, e há momentos em que temes uma sombra. Isso é o ir e vir do magnetismo em ti.”

“A razão é apenas uma pequena ilha iluminada no vasto, escuro e misterioso mar da irracionalidade. E esta ilha está enraizada no oceano do mistério - o grande oceano do mistério.”

“Todos os místicos sempre se sentiram impotentes no que se refere à comunicação. A comunhão é possível, mas a comunicação não.”

“A comunhão é um sentimento. A comunicação é conhecimento: só palavras são ditas e só palavras são recebidas e compreendidas.”

“A dúvida é uma atitude negativa em relação a qualquer coisa. A crença é uma atitude positiva em relação a qualquer coisa.Mas ambas são do mesmo tipo, porque a dúvida é metade e a crença é metade. E o que é a  fé? A fé não é crença, porque não é metade. A fé não é crença porque nela não há dúvida.A fé não é racionalização: não é contra, nem a favor disto ou daquilo. A fé é confiança, uma confiança profunda, amor.”

“A ciência é a abordagem do dia. Tudo é claro, distinto, delimitado. A lógica é a abordagem da noite. É o tatear no escuro apenas com a mente. A poesia e a religião são abordagens crepusculares. Estão exatamente no meio.”

“Todas as religiões do mundo, exceto Tantra, criaram personalidades divididas. Todas as religiões do mundo, exceto  Tantra, criaram esquizofrenia. Elas te dividem. Fazem em ti algo mau e algo bom. E dizem que o bem deve ser alcançado e o mal renegado. Criam em ti a divisão e a luta.”

“Tantra diz que a imperfeição é perfeita. Isso parece absurdo, ilógico, porque pensamos que a perfeição não pode crescer; porque imaginamos a perfeição como aquilo que alcançou o último ponto de crescimento --mas essa perfeição está morta. Se não pode crescer, a perfeição está morta.”

“Uma partícula atômica de matéria aniquilou mais de cem mil pessoas em Hiroshima, mas um átomo de energia do homem pode criar uma nova vida, uma pessoa! O sexo é mais poderoso que uma bomba atômica.”


Publicado por Rubens Jardim em 11/04/2009 às 20h29
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Site do Escritor criado por Recanto das Letras