Rubens Jardim

A poesia é uma necessidade concreta de todo ser humano.

Meu Diário
02/01/2018 12h59
MUSA FUGIDIA

Como bem registrou o poeta e professor Antonio Vicente Seraphim Pietroforte, no prefácio, a poesia não pode ser definida apenas em um discurso. Suas definições devem se perder nos numerosos diálogos em que se busca por ela.Pois foi exatamente esse o fio condutor de Musa Fugidia, livro organizado pelo também poeta Edson Cruz.  A obra, da editora Moinhos, tem depoimentos de poetas de todo o Brasil, e do exterior, respondendo às seguintes perguntas: O que é a poesia pra você? Quais as leituras fundamentais para se trilhar a vereda da Poesia? Quais as principais dicas pra quem está iniciando? Seguem algumas tentativas de agarrar essa musa.
O que é a poesia pra você?
É saber usar a língua para extrair gemidos, uivos e palavras obscenas das mulheres mais vagabundas. (Ademir Assunção)
Linguagem em estado de aventura (Adriano Espínola)
Poesia é o espanto transverberado (Affonso Romano Santanna)
Uma teimosa mosca na sopa (Alfredo Fressia)
Uma espécie de síntese superior de tudo quanto você for capaz de pensar e sentir.(Carlos Felipe Moisés)
Poesia é transformação e transfiguração(Felipe Fortuna)
Na poesia menos é sempre mais (Frederico Barbosa)
A poesia é uma metralhadora na mão de um palhaço(Glauco Mattoso)
A poesia é um nó que não depende de nós (Lau Siqueira)
É um passaporte para o outro, para outros modos de ser e estar no mundo(Rodrigo Garcia Lopes)
É o lado terrível da inocência(Rodrigo Petronio)
A poesia pode ser um vício, uma infantilidade --e até mesmo uma doença não diagnosticada (Rubens Jardim)


Publicado por Rubens Jardim em 02/01/2018 às 12h59
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Site do Escritor criado por Recanto das Letras