Rubens Jardim

A poesia é uma necessidade concreta de todo ser humano.

Meu Diário
12/01/2019 13h00
GOSTO DE ME SENTIR DESARMADO E ABERTO AO QUE DER E VIER

O TOURO BIFRONTE -- Quando viajamos pela primeira vez pela Europa, meu filho Christiano Jardim tinha 5 anos.Acho que foi em 1992 e nós, bem easy rider, éramos guiados por mapas, pela infância e por aquele menino chamado Jesus.Nenhuma dessas tecnologias estavam presentes na vida de cada um de nós. Nem pra indicar caminhos, hotéis, museus, palácios e restaurantes.Mas eu era mais feliz --e sabia disso. Afinal, todos esses confortos também depreciam a nossa capacidade de criar, nossa iventividade, nossa possibilidade de de revelação, de encantamento e de enfrentar reveses, é claro. E eu gosto de me sentir desarmado e aberto para o que der e vier. Gosto de sentir que a vida é um prolongamento do nosso corpo e da nossa alma. Coisas precárias que nos fazem celebrar a união, a disposição conjunta de intuir, criar, seguir e prosseguir.Sempre de mãos dadas com as pessoas,com o mistério e com os milagres.E aonde estão hoje os mistérios, os milagres e as revelações? Já disse muitas vezes, pra amigos e familiares, estar ligado e conectado é, também, de algum modo, estar protegido dessa instantaneidade complexa que só nos deixa mais frágeis,menos utópicos --e com a fé cada vez mais abalada em transformar esse mundo cada vez mais desumano e desigual..Estou com 70 anos, mas vou lutar até o fim de meus dias.


Publicado por Rubens Jardim em 12/01/2019 às 13h00

Site do Escritor criado por Recanto das Letras